Opiniões

A Comunicação da Apufsc-Sindical: inovações, critérios editoriais, uso e abuso da Seção de Opiniões

Eduardo Meditsch

17.junho | 2019

Entre os “temas e ações urgentes” então propostos pela Chapa Apufsc de Lutas, no programa que apresentou à categoria para o atual mandato da Diretoria, estava previsto o aprimoramento dos instrumentos de comunicação do Sindicato. Iniciada a gestão em meados de outubro de 2018, após um período de avaliação, o aprimoramento começou a ser realizado em janeiro de 2019, com a contratação de uma nova equipe de jornalistas e estagiários de jornalismo e o estabelecimento de convênio com o Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional (LOGO), do Design da UFSC, para a atualização da identidade visual e da marca do Sindicato, cujo primeiro produto foi o novo logotipo da Apufsc.

Em seguida foram criados novos instrumentos de comunicação, como o informativo diário por WhatsApp e o Boletim Mural (em substituição ao impresso), e aperfeiçoados os existentes, com mudanças pontuais no atual site da internet, na newsletter semanal e no uso do Facebook

A cobertura jornalística dos assuntos que afetam os filiados (condições de trabalho, carreira, aposentadoria, universidade, ciência & tecnologia, educação) foi intensificada e aprimorada, de forma a municiar os professores, em nossos meios de comunicação, com informações acessíveis, atualizadas, fiáveis e verificadas sobre estes temas cruciais, para fazer frente à avalanche de fake news  e de desinformação que procura desorientar a opinião pública e colocá-la contra a categoria e a universidade pública.

Os aprimoramentos vão prosseguir, com o lançamento de um novo site e de produtos de áudio e vídeo, já em fase de criação, e de outros meios de informação e participação, que serão desenvolvidos a partir das necessidades e preferências dos professores, consultados em pesquisa de opinião, que será lançada nas próximas semanas, em parceria com o Laboratório de Sociologia do Trabalho (Lastro) da UFSC.

A Diretoria de Imprensa e Divulgação adota como critérios editoriais os compromissos assumidos pelo programa da chapa eleita democraticamente em outubro de 2018 para exercer o mandato até outubro de 2020, e que tem como princípio uma Apufsc de Lutas e como principais pontos “1. Atuar para garantir as justas condições de trabalho, salário, previdência-aposentadoria e carreira; 2. Posicionar-se inequívoca e fortemente exigindo respeito à Universidade, sua liberdade e autonomia; 3. Atuar pela garantia de verbas para as universidades públicas, a ciência e a tecnologia; 4. Estabelecer um processo de definição sobre a filiação nacional do Sindicato; 5. Incentivar o livre debate entre os professores, garantindo a pluralidade ideológica e os princípios democráticos”.
 
O caso da reforma da previdência
 
Assim como está ocorrendo no encaminhamento da questão da filiação nacional da Apufsc (ao Andes ou ao Proifes), na questão da Reforma da Previdência atualmente em análise pelo Congresso Nacional, a Diretoria tem feito um grande esforço para esclarecer os filiados sobre seu impacto sobre  os professores e demais servidores federais, em particular, e a população  brasileira em geral.

Para isso tem feito uma ampla cobertura do noticiário sobre o tema, em que todas as posições a respeito foram e estão sendo apresentadas, e já promoveu três palestras com o consultor do Dieese Luciano Fazio, matemático de formação e especialista no tema, que demonstraram de maneira clara e inequívoca como esta reforma, da maneira como está proposta pelo governo, e ainda que atenuada em alguns pontos pelo relator da Comissão Especial da Câmara, representa quebra unilateral de nossos contratos de trabalho, garantidos pela Constituição e pelas leis em vigor quando foram contratados, violando nossos direitos e expectativas de direitos expressos naquelas normas, e desta forma atingindo negativamente nossas carreiras e as condições de vida de todos os professores e de seus dependentes.

Coerente com seus compromissos de campanha e no exercício do mandato legítimo que lhe foi conferido pela eleição, a Diretoria da Apufsc é contrária a este projeto da Previdência, tal como está formulado, por penalizar os servidores públicos e também os demais trabalhadores brasileiros. A posição da Diretoria foi referendada pelo Conselho de Representantes e fortalecida pelo resultado da votação online da Assembleia, em que dois terços dos votantes se posicionaram a favor desta luta, ainda que não tenha sido obtido o quórum estatutário para a adesão à greve do dia 14 de junho.

O posicionamento inequívoco da Apufsc sobre esta Reforma da Previdência norteia a orientação editorial da comunicação do Sindicato com seus filiados e a sociedade.  Continuaremos informando, com critérios jornalísticos profissionais, sobre o conteúdo da proposta, sua tramitação no Congresso e suas implicações para os professores. Paralelamente a isto, continuaremos também mobilizando a categoria, por todos os nossos meios,  para a participação na luta contra a aprovação desta reforma no modo em que está formulada.
 
Uso e abuso da Seção de Opiniões
 
Coerente também com seu compromisso de incentivar o livre debate de ideias entre os professores e garantir o respeito à pluralidade ideológica dos filiados, o site da Apufsc segue garantindo a publicação de opiniões divergentes, mesmo que minoritárias, e respeito deste assunto ou de outros.  Para isso, mantém a seção de Opiniões, destinada prioritariamente a artigos assinados por professores filiados que expressem as suas ideias, quaisquer que sejam, sobre quaisquer temas.  A Seção de Opiniões também pode abrigar eventualmente textos não escritos por professores, desde que sirvam para aprofundar questões e esclarecer a categoria a respeito de temas que lhe afetam.

No entanto, a Diretoria não permitirá o uso abusivo deste espaço para a veiculação de propaganda contrária aos interesses dos professores. Nenhum sindicato de trabalhadores digno deste nome publica material produzido pelo seu patrão, ou por outros interesses, para desacreditar os direitos de seus representados e suas lutas.

Nos últimos tempos, um professor filiado tem insistido em publicar propaganda do governo e do mercado financeiro sobre a reforma da previdência, atacando os direitos dos trabalhadores e dos funcionários públicos, nesta seção de Opiniões, o que foge a suas finalidades. Se um professor filiado quer discordar das posições majoritárias no Sindicato, tem assegurado, democraticamente, o direito de publicar seu posicionamento pessoal na seção de Opiniões, através de artigo autoral assinado.  Mas não pode pretender impor, a seu exclusivo critério, a publicação de material de propaganda  produzidos por quem quer suprimir os direitos dos professores, em afronta às posições da maioria, da Diretoria legitimamente eleita, do Conselho de Representantes e da consulta online aos filiados.  

Não se trata de uma censura, mas de uma definição de política editorial por parte de quem tem autoridade legítima para fazê-la. A Apufsc decidiu ser um sindicato de lutas, definiu democraticamente de que lado está nesta luta, e seus meios de imprensa e divulgação são coerentes com isso.
 
Diretor de Imprensa e Divulgação da Apufsc
 

O princípio que rege a publicação de artigos nesta seção Opiniões é o da plena liberdade de expressão dos professores, de forma a garantir um canal que expresse a pluralidade ideológica dos filiados à Apufsc-Sindical. Fica claro que as opiniões expressas nos textos são de responsabilidade exclusiva de seus autores, e que a entidade e sua diretoria não se responsabilizam pelo conteúdo. Eventuais consequências decorrentes da violação da lei ou da imagem de pessoas citadas nos textos, bem como casos de calúnia, difamação ou injúria, serão assumidas exclusivamente pelos autores que os subscreveram.

Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb