Notícias

Trabalhadores do setor público e privado se organizam para unificar luta em 2013

Trabalhadores do setor público e privado estão dialogando para construir uma plataforma unitária de luta que mobilize a classe trabalhadora ao longo de 2013. Representantes de diversos segmentos já se reuniram e aprovaram a realização de um novo encontro no dia 22 de janeiro. O objetivo é aprovar a plataforma de luta e protocolá-la em fevereiro junto a segmentos estratégicos. Uma grande marcha, com previsão para ocorrer na Esplanada dos Ministérios na primeira quinzena de abril, também está sendo debatida. Esta unidade entre o setor público e privado é apontada como iniciativa importante na busca pelo atendimento das principais demandas da classe trabalhadora. Uma atividade marcante em agosto de 2011 mostrou a força da categoria quando reuniu quase 30 mil manifestantes em Brasília. Entre as bandeiras que unificam os trabalhadores está a luta contra o acordo coletivo especial (ACE) que ameaça direitos conquistados e precariza o trabalho. A adoção imediata da Convenção 151 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que regulamenta a negociação coletiva no setor público, também aparece entre as plataformas que mobilizam os setores.

Outra demanda que unifica os trabalhadores é a defesa da aposentadoria e da Previdência Pública, incluindo o fim do Fator Previdenciário e a luta pela anulação da Reforma da Previdência ocorrida em 2003. Aumento geral dos salários, redução da jornada de trabalho sem redução salarial e defesa de servidores valorizados e serviços públicos de qualidade também fazem parte das reivindicações dos trabalhadores. Outras pautas que devem permear essa luta ao longo de 2013 são a defesa da educação e da saúde pública; direito à moradia digna; contra as privatizações e em defesa do patrimônio e dos recursos naturais brasileiros; contra o novo código florestal e em defesa do meio ambiente; e ainda a suspensão do pagamento da dívida externa e interna aos grandes especuladoras; contra a criminalização da pobreza e dos movimentos sociais e contra toda forma de discriminação e opressão.

Durante o Fórum Social Mundial que acontece em Porto Alegre, em janeiro, representantes dos mais variados segmentos também terão a oportunidade de amadurecer os debates em torno dessa unidade. Fique ligado e participe desse luta que é de todos.

Postado

14.dezembro | 2012


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb