Notícias

Para MP, compra de terreno para UFSC foi superfaturada

O Ministério Público de Santa Catarina ingressou com ação judicial denunciando superfaturamento na compra do terreno destinado à construção do pólo da UFSC em Joinville. O fato foi divulgado pelo ClicRBS na última sexta-feira, dia 27. 

De acordo com a denúncia  apresentada pelo promotor Assis Marciel Kretzer, uma perícia feita pelo MP considerou que a área vale R$ 6,8 milhões enquanto a Prefeitura de Joinville pagou R$ 9,4 milhões. A ação também denuncia favorecimento a uma das empresas proprietárias dos nove terrenos que compõe a área comprada pela Prefeitura. 

O Ministério Público quer invalidar toda a transação, com a devolução dos R$ 3,8 milhões já pagos e a suspensão do repasse das parcelas pendentes. O prefeito de Joinville, Marcos Tebaldi, e os integrantes da comissão que avaliou os imóveis foram enquadrados na ação por improbidade administrativa. 

Uma liminar obtida pelo MP em 25 de abril já conseguido suspender temporariamente o negócio. 

Postado

30.junho | 2008


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb