Notícias

Justiça Federal suspende cobrança de taxas na UFSC

Em decisão proferida na última terça-feira, dia 1º, o juiz Hildo Nicolau Peron, da Justiça Federal de Florianópolis, determinou à UFSC a suspensão imediata da cobrança de 15 taxas acadêmicas, entre elas a expedição e registro de diploma, previstas em resolução aprovada pelo Conselho de Curadores da universidade. 

A decisão atende a pedido do Ministério Público Federal em ação civil pública (processo nº 2008.72.00.006005-1). Peron considerou que a cobrança fere a Constituição Federal, que estabelece a gratuidade do ensino nos estabelecimentos oficiais. “É incompatível com o regime de ensino público gratuito exigir por meio de taxas que os próprios alunos, ex-alunos ou pretendentes a alunos, por si ou por seus pais, tenham que ajudar a financiar, total ou parcialmente, quaisquer deficiências da UFSC”, afirmou o juiz. Peron não aceitou o argumento da universidade de que as taxas serviam para custear as despesas com o restaurante universitário, moradia estudantil e pagamento de bolsas. 

A sentença determina que a suspensão deve ser cumprida a partir do dia seguinte à intimação da UFSC. Caso descumpra a ordem, a UFSC terá que pagar multa equivalente a 20 vezes o valor da taxa cobrada, que reverterá à pessoa que fez o pagamento. O juiz estabelece ainda que a universidade precisa divulgar a decisão internamente. A instituição pode recorrer da decisão. 

Confira as taxas suspensas: 

– certificado de disciplina isolada ou aluno ouvinte;

– expedição e registro de diplomas;

– apostilamento de alteração de dados pessoais;

– apostilamento de novas habilitações;

– requerimento e processo de transferência externa e interna;

– requerimento e processo de retorno;

– requerimento e processo de permanência;

– expedição de 2ª via de histórico escolar;

– matrícula em disciplina com reprovação por freqüência insuficiente;

– matrícula por disciplina de alunos especiais em disciplinas isoladas ou na qualidade de aluno ouvinte;

– requerimento para validação de disciplinas cursadas em outras instituições de ensino ou cursada ou já validada na UFSC para outro curso;

– diploma ou certificado (ensino fundamental e médio);

– histórico escolar (ensino fundamental e médio);

– matrícula nos Colégios Agrícolas, Aplicação e Núcleo de Desenvolvimento Infantil; e

– guia de transferência (ensino fundamental e médio), bem como qualquer outro serviço prestado ao aluno.

As taxas de emissão da primeira via de diplomas e certificados de cursos de graduação, pós- graduação e do ensino fundamental e ensino médio já haviam sido suspensas por resolução de 19 de maio de 2008.

Na sexta-feira, dia 4, a UFSC informou, através de seu site, que estava cancelando a cobrança das taxas em atendimento à determinação judicial. 

Postado

7.julho | 2008


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb